Antes da Estante

Aperitivo

Posted in Uncategorized by Tomás Chiaverini on julho 26, 2012

“Afinal, se o método científico não é capaz de explicar algo tão abundante e natural como a vida, subitamente me pareceu uma idiotice tentar lançar mão dele para desvendar algo tão raro e incerto como a vida após a morte. E se a boa, velha e simples comunicação verbal nos tem causado tantas tragédias ao longo do tempo, como ser prepotente a ponto de tentar entender a linguagem não dita de ondas cerebrais pescadas no éter dos inconscientes?”

Todas as proibições do Kassab, no Nota de Rodapé

Posted in Crônica by Tomás Chiaverini on julho 25, 2012

Esquadrão da gema mole

Eis que o Kassab resolveu restringir a distribuição de sopa para moradores de rua. A medida absurda virou uma bola de neve nas redes sociais, organizou-se um sopaço na frente da casa do prefeito e as autoridades, um olho na sopa outro nas eleições, trataram de voltar atrás. De qualquer forma, mais uma vez veio à tona essa mania de proibir tudo, que parece parte do DNA Serra/Kassab, que está deixando o mundo mais chato e que, ao mesmo tempo, pavimenta um caminho perigoso.

As leis deveriam ser feitas no intuito de manter nossa espécie agressiva e autodestrutiva num estado mínimo de harmonia. Os reacionários tendem a confundir as coisas. Acham que elas têm a função de deixar o mundo mais limpinho e arrumado, parecido com alguma ideia pré-concebida de paraíso que lhes tenha sido inculcada na infância.

Quando eles são levados a sério, criam-se leis estúpidas que diminuem a liberdade dos homens, quando, na verdade deveriam fazer justamente o contrário. Deveriam ser construídas de modo que cada um pudesse desfrutar o máximo de liberdade sem causar grandes prejuízos aos vizinhos (algum prejuízo é inerente à existência). Em outras palavras, a liberdade de um termina quando começa a liberdade do outro.

Leia na íntegra…

%d blogueiros gostam disto: