Antes da Estante

Degustação

Posted in De Quinta by Tomás Chiaverini on março 16, 2009

Enquanto o Festa Infinita não chega às prateleiras, ofereço mais um aperitivo do texto. O trecho abaixo foi extraído do capítulo “De orgias e motosserras”, que conta a história do Fuck For Forest, um grupo que usa o sexo para preservar a natureza, e que conversou comigo algumas vezes, durante o Universo Paralello.

Seis dias antes do início do festival, uma funcionária da produção se aproxima de uma mesa de madeira tosca, enterrada na areia e sombreada pelos coqueiros que se espalham pelo acampamento-base. Usando um inglês abrasileirado ela se dirige a duas meninas e um rapaz que conversavam amolecidos pelo onipresente sol da Bahia:

– O Swarup pediu para que vocês não andem mais pelados na praia, além do local da festa – exclama num tom calmo e gentil. Depois para, pensa um pouco escolhendo as palavras, e continua: – E quanto ao sexo… Bom, eu vou ter que pedir que vocês não façam em público, a não ser na área da performance.

O norueguês Tommy Hol Ellingsen, 31, a encara por algum tempo, como se não fosse capaz de compreender o que ela estava dizendo. Depois levanta o rosto, já esculpido numa expressão de espanto e indignação, e indaga, num inglês impecavelmente europeu.

– Mas como assim?

Tommy tem cabelos loiros compridos e uma barba que acaba numa xuca, presa por um elástico na frente do queixo. Veste uma saia comprida de algodão marrom, uma regata bege, e vários colares de conchas e sementes. Complementando o visual pouco comum, usa um cinto de couro que exibe a imagem de Jesus e Maria numa fivela prateada, uma tatuagem na mão com a fórmula 2+2=5, e, cereja do bolo, uma flauta doce de madeira cor-de-rosa, atravessada na cintura qual uma espada de pirata.

Ainda com aquele inglês um pouco capenga e com toda a calma que o calor nordestino impõe, a produtora continua a argumentar. Explica que, mesmo que não queiram, eles de certa forma representam o festival para a população local. Depois conta que há dois anos, os moradores da região foram reclamar com o prefeito por conta da multiplicação de peitinhos livres de sutiã pela praia de Pratigi. O prefeito, cumprindo seu dever político democraticamente aferido, levou as queixas aos organizadores da festa. A partir de então, esforços  têm sido reunidos a fim de diminuir a nudez na praia.

– Mas – exclama Tommy preservando aquela expressão de indignação – e na festa?

– Ah, lá vocês podem ficar nus sem problema nenhum. Mas o sexo vai ter que ser só no espaço para adultos, porque tem muitas crianças na festa, e os pais podem se incomodar.

Tommy pensa mais um pouco, por um instante parece até compreender a situação, mas logo volta a se indignar:

– Mas por que isso? A população local não gosta de ver gente pelada?

– Não é isso. É que as pessoas aqui são muito pobres – explica a moça. – Eles não têm nem o que comer, como é que vão entender… O amor?

(…)

Anúncios
Tagged with: , ,

3 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Marcelo José Martins said, on março 19, 2009 at 16:49

    Ei, Tomás, o livro já está na nova ortografia?

  2. Tomás Chiaverini said, on março 19, 2009 at 17:02

    Pra vc ver como o tempo passa, Marcelo. Já tenho um livro na ortografia nova e um na antiga.

  3. sama said, on março 19, 2009 at 17:37

    Fui pro Universo Paralello ano passado. E acompanhando seus posts deu pra ver que vc encarou bem aquela realidade, que é demais. Há muto sobre o que se escrever sobre raves e ainda mais embasado ao ir a um festival como esse.

    to ansioso pelo livro. Não sei o que esperar, mas é um tema que mto me interessa.

    falando em Swarup, o conheci nesse fim de semana na Mystic Tribe. Já escutava-o mas nunca tinha falado com ele. Um cara muito legal. E como entende de som, pqp!

    boa sorte com o livro.

    Há braços!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: